Publicidade:

Ação Social > Festival dos Campeões

O Festival dos Campeões reuniu as campeãs das edições anteriores, foram 13 participações, 12 concorrendo ao troféu de campeão dos campeões e uma participação especial.

Em consequência da qualidade musical e da fama positiva conquistada desde o lançamento do festival da Difusora em 1986 um grande público prestigiou o evento ocorrido no dia 7 de julho, pela primeira vez em praça pública, levando a cultura da música sertaneja sem restrição a todas as camadas sociais, superando as expectativas dos organizadores e do público, que prestigiou o festival lotando a Rua dos Italianos e Praça Doutor Eurico Santos Abreu, no centro de Ouro Fino. Antes de 2013 o festival de interpretação da música sertaneja era realizado em ambientes fechados, como o Centro Cultural, o Teatro Municipal e o Montanhês Clube.

Segundo o jornalista Milton Lucca de Paula, diretor proprietário da Rádio Difusora e idealizador do Festival, a ideia de realizar o Festival dos Campeões surgiu há algum tempo e foi concretizada em 2013. “Já planejava há alguns anos promover o festival dos campeões porque todos os que já ganharam o Troféu “O Menino da Porteira” não podiam voltar e concorrer. E nesta edição especial tivemos a oportunidade de assistir boa parte dos campeões se apresentando novamente no palco no nosso festival e de conhecer o melhor dos melhores e com certeza o público adorou, pois a repercussão foi maravilhosa”, revela o jornalista.

Como aconteceu nos festivais anteriores, novamente o público compareceu em massa para prestigiar os violeiros que vieram de várias cidades de Minas Gerais e São Paulo e surpreenderam o público, os jurados e os organizadores com suas qualidades musicais e suas histórias.

Entre as histórias deste festival tradicional e de sucesso a da dupla Paulo Cesar e Daniel de Poços de Caldas – MG. Na primeira edição realizada em 08 de novembro de 1986 venceu o festival, deixando a dupla Rio Negro e Solimões na segunda colocação. Jair e Juliano venceram o festival em 25 de novembro de 2000 e na época residiam em Balneário Camboriú em Santa Catarina, e atravessaram os estados do Paraná e São Paulo para chegar a Ouro Fino e participar do festival “O Menino da Porteira”, após conhecer a região, mudaram-se para Aguaí, interior de São Paulo.

 Confira a classificação do Festival dos Campeões do troféu “O Menino da Porteira” que pagou mais de oito mil e quinhentos reais em prêmios.

 Classificação

Duplas

Cidades

Músicas

Primeiro

Paraná e Piazinho

Pouso Alegre - MG

O Último dos Carreiros

Segundo

Salim e Zé Vitor

Monte Santo de Minas - MG

Carreiro Sebastião

Terceiro

Jair e Juliano

Aguaí - SP

Circo da Vida

Quarto

Paulo César e Daniel

Poços de Caldas - MG

Morrendo de Amor

Quinto

Denilson e Cuiabá

Mirassol - SP

O Milagre do Retrato

O festival contou com o patrocínio de cerca de 40 empresas de Ouro Fino, Borda da Mata, Jacutinga e Monte Sião e novamente contou com a parceira da UNIP Interativa Polo Ouro Fino que possibilitou a transmissão na íntegra dos dois festivais em áudio e vídeo para toda rede mundial de computadores.

 

Todos os direitos reservados a Rádio Difusora Ouro Fino. Desenvolvido por: